As flores da escrivaninha - Ensaios

As flores da escrivaninha - Ensaios

A expressão "flores da escrivaninha" foi cunhada por Balzac para designar a escrita que, ao representar a natureza, a recria totalmente. Mais tarde, Mallarmé também falaria da flor-palavra, "a ausente de todos os buquês". Os ensaios aqui reunidos tratam de escritores muito variad... + Saiba mais

Descrição

A expressão "flores da escrivaninha" foi cunhada por Balzac para designar a escrita que, ao representar a natureza, a recria totalmente. Mais tarde, Mallarmé também falaria da flor-palavra, "a ausente de todos os buquês". Os ensaios aqui reunidos tratam de escritores muito variados - Balzac, Stendhal, Flaubert, Guimarães Rosa, Cabrera Infante, Michel Butor, Danilo Kis, Clarice Lispector. Por meio deles, Leyla Perrone-Moisés estuda, com maestria, o modo como a literatura ordena e valoriza o real, recriando o mundo assim como o sujeito falante que o habita.
ISBN: R$
ISBN13: 9788571641174
Editora: Companhia das Letras
Dimensões: 140 x 210 (LxA)